sábado, 29 de outubro de 2016

A história do casal mais feliz do "facebook", ou não






Colocar "namorando" em redes sociais é complicado, ela diz. Ele concorda. A boa desculpa de que os invejosos ficarão de olho grande sempre cola. "Isso interessa apenas pra nós dois", clichêzinho da verdade. Você tem certeza de que é isso mesmo? Você realmente quer?", um pergunta ao outro. Mentira, não perguntam. Mas gostariam de perguntar. Gostariam muito.


Mudanças no status de relacionamento nas redes sociais não é brincadeira. Ganhou um nível de importância capaz de mover montanhas. Páreo a páreo com a troca de alianças.


"Bem, entre continuar sendo o/a único/a solteiro/a da galera por não sei mais quanto tempo,ou tentar construir algo, de repente essa segunda opção seja mais válida. Vamos tentar e ver no que dá."


Eis então que resolvem alterar o status. Tá lá pra quem quiser ver:  "em um relacionamento sério" no "facebook".


Fotinho, abraçados, do dia que se conheceram. Poema do Zack Magiezi. Duzentas curtidas. Quarenta comentários. "Felicidades!" "Eu já sabia!" "Lindo casal!" "s2"


Agora a parada ficou séria.


Primeiras semanas: vídeo do onze vinte. "Lembrei de você, mô.", Montagem com fotos de língua pra fora e fazendo caretas. "Até nas loucuras ela me completa". Trecho do Los Hermanos. E até quem me vê lendo o jornal ma fila do pão, sabe que eu te encontrei...


Acho que já vi esse filme.


Primeiro dia dos namorados juntos. Jantar a dois. Selfie com o buquê de flores. Selfie com o nome do restaurante (caro) ao fundo. Selfie mostrando o prato chique. Procura por "frases de amor" no Google. CTRL C CTRL V. Curtidas. Mais curtidas.


Carnaval com outros casais no sítio do tio de um dos amigos. Foto da tulipa cheia com a garrafa de cerveja artesanal ao lado. "Que comecem os trabalhos! Se sentindo: Feliz; Em: Campos do Jordão.


Discussões. Postagens indiretas em forma de música do Jorge e Matheus. Indiretas com um trecho do Carpinejar. Indiretas com algum texto de autoajuda achado na internet com a assinatura do Caio Fernando Abreu ou do Veríssimo. Desbloqueia antigos contatos no Messenger.


Reconciliação. Selfie no restaurante do primeiro encontro. Hashtag teamo. Hashtag amormeu. Hashtag amorverdadeiro. Hashtag mylove. Cento e cinquenta curtidas. "Sempre soube que vcs se entenderiam =)"


Dias depois...


Ele: Festa com os amigos. "Deixa que eu bato a foto. Não me marca, senão ela vai descobrir e eu tô ferrado!"


Ela: Foto sorridente com as amigas. "Ladies Night!"


Dias passam, até que numa manhã qualquer, ao abrir o "facebook":


"Vocês estão completando um ano de amizade no "facebook"! Compartilhe esse momento!"


E aparece aquela exata foto do dia que se conheceram, abraçados, com poema do Zack Magiezi, com tantas curtidas e comentários felizes.


Um ano? Já ?  Ela se espanta.


Um ano de quê? Ele se pergunta.

Desce a barra de rolagem e curte a foto do/a antigo/a peguete. 



Nenhum dos dois compartilhou.








Comentários  

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial