sábado, 11 de abril de 2015

Meu amor não leu minha cartinha





 Eu escrevi uma carta de amor. 
 Escrevi mas meu amor não leu. 
 Meu-amor-não-leu.
 E isso não me faz bem.
 Isso de escrever uma carta de amor e o meu amor não ler.
 Escrever uma carta de amor é compartilhar amores.
 É adiantar o amor bem vindo.
 Escrevi uma carta de amor pensando apenas no meu amor.
 Descrevendo o meu amor dentro de todos os amores.
 Escrevi e perfumei a carta.
 Deixei-a dobrada na cabeceira.
 Pra que na manhã seguinte eu acordasse com um sorriso satisfeito  
 E ao vê-la entreaberta, dissesse:
 Mas que coisa boa! Meu amor leu a cartinha!
 E corresse pelo mundo sem pensar em absolutamente nada. 
 Sim, escrevi uma carta de amor. 
 E escrevi de próprio punho 
 Letras tremelicadas
 Garranchos vociferados de verdade.
 Mas meu amor não leu.
 Ah, amor meu, por que não não lê a minha cartinha?
 Por que deixá-la com o cheiro meu, podendo espalhar o cheiro teu?
 Por que ser lida apenas pelos olhos meus, quando podes castanhá-las com os olhos teus?
 Por que os sorrisos são apenas meus, se podes arco-irisar com os sorrisos teus?
 Ah, meu amor, por quê?
 São tantas dúvidas nessa minha mente inquieta
 Que eu só queria saber, somente saber:
 Por que minha cartinha permanece tão intacta, tão apenas minha, só contida de mim?
 Ah, meu amor, são tantas dúvidas nessa vida!
 São tantas dúvidas que eu trocaria toda e qualquer dúvida
 Pela certeza de você ler minha cartinha.
 São simples palavras minhas 
 Tão necessitadas de ti
 Que se você as lesse, meu amor
 Ah, eu armaria um piquenique pra nós dois!
 Passearia de pedalinho com você!
 Te levaria pra andar de bondinho!
 Nós dois subindo e acenando a qualquer um...
 Imagina, meu amor! 
 Que bom seria rir
 Desse amor só de nós dois.
 Que bom seria viver
 Uma vidinha junto de ti.
 Mas minha carta aqui continua
 Recebendo o vento frio das noites afora
 E lembrando da ausência tua
 Sentindo um vazio não sentido outrora 
 Então restou-me admitir: 
 Você não lerá minha cartinha.
 Meu amor não lerá minha cartinha...






Comentários

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial