terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Sobre saudade e passarinhos






 Lembrei de você nessa tarde.

É que um passarinho pousou bem na minha janela.

E cantou.

Sim, o passarinho me lembrou você. Não sei bem por quê.

Era um passarinho livre e feliz. Sei disso porque seu canto era um canto de um passarinho feliz.

E eu lembrei de quando você cantava também.

Você cantava no meu ouvido, baixinho, naquelas madrugadas de frio.

Lembra?

Você era feliz.

Nós éramos felizes.

Mas igual àquele passarinho, você voou pra longe.

Bem longe.







Comentários

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial